Projeto de Muro de Arrimo – Tipos, Preço, Drenagem, Execução, Cálculo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Muro de Arrimo Londrina

Um projeto de muro de arrimo exige muita atenção. Afinal de contas, a estrutura do solo e a proximidade com muita água influenciam diretamente no tipo de muro que será construído no local, para que o mesmo alcance a contenção que se espera.

Dessa maneira, o objetivo do muro de arrimo é superar não só os declives, como também os aclives, exercendo o papel de contenção. Por isso, ao contrário do que acontece com os taludes, para a edificação do muro de arrimo, não há necessidade de uma área muito grande.

Além disso, a especificação e também a construção desse tipo de muro dependem de quão resistente é o solo. Este, por sua vez, apresenta várias propriedades mecânicas diferentes, que sofrem variação conforme a sua textura, densidade e também o grau de umidade.

Portanto, para saber mais sobre o projeto de muro de arrimo, continue lendo e tire todas as suas dúvidas aqui.

 

O que é um muro de arrimo

Antes de mais nada, vamos definir o que é um muro de arrimo. Trata-se de uma estrutura de contenção, cujas principais características são:

  • Pode conter não só fundações rasas, como também fundações mais profundas;
  • Apresenta uma estrutura contínua;
  • Pode ser feito a partir dos mais variados tipos de materiais,
  • Pode ser classificado como muro de gravidade ou muro de flexão.

Portanto, vamos conhecer um pouco mais sobre cada tipo de muro com mais detalhes abaixo.

 

Tipos de muros de arrimo

Como dissemos, o muro de arrimo pode ser classificado de duas formas distintas: muro de gravidade e de flexão. Assim, daremos mais detalhes sobre cada um deles logo a seguir. Confira!

 

Muros de gravidade

Esse tipo de muro é aquele que apresenta uma estrutura mais robusta, e tem um peso mais elevado.  Eles não são indicados para casos de desníveis muito maiores do que 4 metros. Portanto, eles são ideais para a contenção de pequenos e médios desníveis.

Os muros de gravidade podem ser executados com vários tipos de materiais diferentes. Como exemplo, podemos citar aqueles de concreto, de alvenaria e também de materiais especiais, como pneus e sacos de solo-cimento.

Assim, os tipos de muros de gravidade mais comuns são:

 

Muro de alvenaria (Do tipo Gravidade)

Normalmente, esse tipo de muro é feito à base de alvenaria maciça. E costuma ser usado na contenção de alturas menores que 2 metros.

 

Muro de concreto ciclópico

Esse tipo de concreto é feito à base de água, agregado graúdo, areia e cimento, no qual é adicionado até 30% de matacão ou pedra de mão. Ele costuma ser mais comumente usado para conter uma altura de até 4 metros, pois é uma opção mais viável economicamente.

A construção do muro de concreto ciclópico é um pouco mais demorada, pois é preciso usar formas de madeira. Além disso, também é necessário conter na estrutura algum tipo de dispositivo com característica drenante.

 

Muro de gabião

Esse tipo de muro consiste em gaiolas metálicas, que são preenchidas manualmente com pedras, de maneira organizada. A execução dessas gaiolas necessita de fios de aço com uma dupla galvanização. Afinal de contas, é necessário que elas sejam capazes de proteger a estrutura das mais variadas adversidades.

A construção do muro de gabião, por si só, já tem propriedades drenantes. Sendo assim, não é necessário o uso de nenhum outro tipo de dispositivo com essa característica.

 

Muro de saco solo-cimento

Normalmente, nesse caso, é usada uma mistura de saco solo-cimento na seguinte proporção: 1:15 a 1:10, que são, posteriormente, envolvidos nos sacos de poliéster.

No momento de construir o muro, os sacos são dispostos de forma manual, sempre na posição horizontal. Dessa forma, eles seguem a mesma orientação do muro. Assim que cada carreira é finalizada, compacta-se os sacos com soquetes, manualmente. Com isso, o vazio dos sacos é reduzido, e os mesmos ficam mais estabilizados.

Além disso, cada uma das camadas deve ser disposta de maneira desencontrada da anterior. Dessa forma, você melhora o intertravamento entre todas as camadas, e a construção fica mais segura.

 

Muro de pneus

Essa solução é mais econômica e eco sustentável. A forma de execução é bem parecida com o muro de saco solo-cimento. Além disso, é usada no interior de cada pneu, uma mistura de solo bem compactada. Ao mesmo tempo, também se amarra os pneus usando corda de polipropileno, de preferência.

 

Muros de flexão

Se trata de estruturas mais esbeltas, quando comparadas com o muro de gravidade. Além disso, esse tipo de muro é capaz de resistir aos esforços que causam empuxo no solo através da flexão. Sendo assim, o muro de flexão costuma ser, normalmente, executado em concreto armado.

Além do mais, para melhorar a sua estabilidade, esse muro pode ser ancorado por tirantes, ou na sua base.

 

Muro de Concreto Armado

Um dos mais utilizados, apesar de ser um dos mais caros, e o que mais possui erros em seu projeto e execução. Consiste em um muro com esqueleto de concreto armado, vedado com alvenaria.

Deve-se obrigatoriamente utilizar alvenaria estrutural em sua vedação, oque nem sempre é seguido.

A estrutura do muro de arrimo pode ser calculada como simplesmente isostática, em muros de pequena altura, ou pode ser calculado como uma estrutura hiperestática, em muros de arrimo de grandes alturas.

 

Muro de Alvenaria Estrutural

É um custo benefício excelente para pequenas alturas. Consiste em um muro com fundação em concreto armado, e o muro todo em alvenaria estrutural.

A própria vedação tem função estrutural, oque facilita e diminui o tempo de execução.

Pode ser necessário armar dentro dos próprios blocos e preencher com graute estrutural, para suprir os esforços de tração do muro.

 

Muro de Alvenaria Estrutural com Blocos Enrijecedores

É uma variação do muro de alvenaria de concreto estrutural.

A diferença é que a um certo vão, que deve ser calculado, é inserida uma fieira de blocos perpendicular a carga de solo.

Particularmente, é a minha forma preferida de Dimensionar muro de arrimo com alturas pequenas e médias, pois além das vantagens do muro de arrimo de alvenaria de bloco estrutural comum, este ainda é mais eficiente para suprir os esforços de tração da estrutura, utilizando menos aço e sendo mais econômico.

 

Preço de um muro de arrimo

O preço de um muro de arrimo varia muito, pois vai depender do tipo de material usado, da mão-de-obra usada, do uso de um sistema de drenagem, e etc.

Somente um engenheiro civil poderá avaliar todo o contexto, para estabelecer o preço da execução do projeto de muro de arrimo.

 

Drenagem de muro de arrimo

Uma questão importante sobre o muro de arrimo é que, em todo projeto de construção, deve-se instalar um sistema de drenagem, que terá como função transportar a água que foi retirada da parte traseira do muro, em direção à suas laterais. Dessa forma, além de aliviar a carga, também se evita problemas na estrutura.

Além do mais, também é necessário proteger a camada de impermeabilização do contato direto com solo. Isso melhora não só a eficiência do muro, como também aumenta a sua durabilidade.

 

O projeto do muro de arrimo

Para avaliar se há realmente a necessidade da construção de um muro de arrimo, é preciso analisar a topografia do terreno, para que o engenheiro possa ter informações a respeito das condições do mesmo.

Por meio dessa análise, antes mesmo de começarem as obras, é possível conhecer as características da geometria daquela área.

 

Execução do projeto de muro de arrimo

Um projeto de muro de arrimo consiste em várias etapas. Abaixo listamos cada uma, e as suas principais características. Acompanhe!

  • Estudo preliminar: essa etapa compreender uma análise geral das alternativas de soluções. Por isso, nessa fase, é necessário verificar o local pessoalmente, para que possa ter um contato direto com todas as condições físicas da área.
  • Projeto básico: é o momento em que o calculista estrutural estuda todas as opções viáveis para uma solução com o máximo de detalhes possível, a fim de possibilitar não só a escolha da solução técnica mais indicada, como também a alternativa mais econômica para cada caso.
  • Projeto executivo: é a fase onde a solução encontrada deve ser detalhada a partir da topografia, do projeto geométrico, dos dados de campo atualizados, das análises geológicas-geotécnicas, dentre outros.

 

Quem pode Calcular / Dimensionar o Muro de Arrimo

Segundo as leis e normas, o profissional de cálculo estrutural deve ser um Engenheiro Civil, devidamente Inscrito no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) de seu Estado. Procure sempre um profissional para realizar o dimensionamento, pois além de ter mais segurança e estabilidade, ainda é mais econômico.

 

Esse artigo foi útil? Então, não deixe de comentar e de compartilhar! Acesso o blog e tenha acesso à mais conteúdo relacionados a construções.

Se quiser mais detalhes a respeito de um projeto de muro de arrimo, é só entrar em contato com o Engenheiro Civil de Londrina Gustavo Zampa. Ele é Calculista Estrutural, pode realizar o projeto para você e está sempre disposto a sanar as suas dúvidas

Engenheiro Civil de Londrina. Especialista em Estruturas e Patologias de Construção Civil, executa projetos estruturais e de fundação, bem como Laudos, Perícias e Pareceres, além de Execução de Obras. “Seu Deus, nada sou”

Participe! Deixe um comentário.

Assine nossa newsletter

Se cadastre e receba conteúdos relevantes por email.

× (43) 99191-6682