Confira Aqui Tudo Sobre Projetos Elétricos e Suas Principais Fases

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
projeto eletrico DIFERENÇA IMPORTANCIA OQUE É COMO FAZER ONDE COMO FAZER VANTAGENS DESVANTAGENS PREENCHER

Se você chegou até aqui, com toda a certeza deseja obter mais informações a respeito de projetos elétricos.

Na construção civil, a eletricidade é um dos itens mais essenciais. Afinal de contas, todos os seus empreendimentos necessitam dela de forma direta ou indireta.

Sendo assim, continue lendo e confira aqui todas as informações necessárias sobre projetos elétricos, e quais são as principais fases em sua execução.

O Que São Projetos Elétricos? Qual a Sua Função?

Dessa forma, os projetos elétricos são uma etapa fundamental na construção. Assim, garante-se que as instalações elétricas sejam feitas de forma segura e correta para a utilização de um imóvel.

Enfim, esses projetos têm por objetivo inicial a instalação elétrica em uma obra, definindo primeiro os materiais necessários.

Dessa forma, deve-se levar em consideração a área do local, o número de tomadas, iluminação, movimentação de pessoas, normas de segurança e todas as informações necessárias para uma instalação elétrica segura.

Sendo assim, de forma geral, os projetos elétricos são o conjunto de todas as informações referentes a eletricidade de uma instalação. Além disso, eles podem apresentar informações de diferentes formas como, por exemplo:

  • Diagramas elétricos;
  • Lista de componentes;
  • Desenhos de peças;
  • Layout,
  • Etc.

Sendo assim, poderíamos entender o planejamento de projetos elétricos em várias fases, buscando sempre segurança e melhores resultados.

Fases de Planejamento de Um Projeto Elétrico

Portanto, confira abaixo quais são essas fases de sua elaboração, e suas principais características de cada uma delas:

Estudo preliminar

Nessa fase, são definidos conceitos e os elementos necessários para a elaboração de os projetos. Além disso, também são verificadas soluções técnicas.

Anteprojeto Elétrico

Trata-se do conjunto de estudos preliminares, que irão constituir as diretrizes básicas do projeto executivo de uma construção.

Projeto Elétrico básico

Correspondem ao conjunto de dados e informações que são elaborados com precisão. Caracterizando uma obra ou trabalho, e que foram coletados com base nos estudos preliminares.

Além disso, sempre são observados detalhes fundamentais, como a viabilidade técnica, impactos ambientais, custos e prazos de execução

Projeto Elétrico executivo

O projeto executivo deve apresentar todos os elementos para a realização de um empreendimento, apresentando os sistemas e seus os seus componentes com detalhes.

Ademais, além dos desenhos que representam a construção e instalação, há ainda o memorial descritivo, memórias de cálculos e anotações de responsabilidade técnica.

Etapas do Projeto Elétrico

Então, acabamos de conferir as fases de planejamento de um projeto elétrico. Assim, veremos a seguir as 8 etapas que constituem um projeto elétrico;

Análise da planta baixa

A análise da planta baixa é o local onde pode se determinar o número exato de lâmpadas. Desse modo, a NBR 5410 determina a iluminação mínima para uma certa área.

Além disso, também é necessário saber o perímetro e a função do recinto para a determinação do PTU’S, que são os pontos de tomadas de usos gerais.

PTU’S e fornecimentos

Enfim, os pontos de tomadas de uso específico não seguem uma regra geral, baseando-se apenas pela localização de um aparelho.

Dessa forma, o fornecimento mínimo indicado é determinado a partir do somatório de potências ativas em todos os pontos.

Determinação dos circuitos elétricos.

A NBR 5510 determina que, por segurança, todos os circuitos possuem em média 10 A (ampére) de corrente.

Dessa forma, algumas correntes contam com apenas um circuito com potência alta, como é o caso do ar condicionado, por exemplo. Além disso, recomenda-se a separação do circuito para lâmpadas e tomadas.

Definição do local do quadro de distribuição

Serve para determinar o local exato do quadro de distribuição. Então, feito isso, define-se o local de alimentação e pontos de consumo.

Corrente elétrica

Nessa etapa, define-se as correntes elétricas com a utilização de fórmulas matemáticas, com a finalidade de evitar os circuitos com mais de 10 A.

Dimensionamento do disjuntor

A escolha do melhor disjuntor depende do tipo de fornecimento e distribuição da eletricidade local.

planta de locação de pontos elétricos

Com a finalização dos quadros de potência, é aferida a parte elétrica. Além disso, a planta de locação possui todos os pontos de iluminação, pontos de tomadas de uso geral e específico.

Diagrama unifilar

Este diagrama representa a trajetória de todos os pontos e dispositivos. Enfim, o diagrama unifilar apresenta a alimentação do quadro de mediação, dos quadros de distribuição e dos circuitos finais.

Norma Regulamentadora dos Projetos Elétricos – NR10

A eletricidade é um dos maiores causadores de acidentes em uma construção civil. Por isso, com a finalidade de diminuir os riscos e prevenir fatalidades, foi criada a norma regulamentadora NR10.

Além disso, criou-se também um curso a respeito dessa norma, com a finalidade de assegurar a proteção dos colaboradores que interagem com instalações elétricas

Para realizar o curso é necessário:

  • Ter, no mínimo, 18 anos;
  • Ter concluído ao menos o 6° ano do ensino fundamental;
  • Saber ler e escrever,
  • Trabalhar com instalações elétricas.

São vários os profissionais que podem elaborar e assinar projetos elétricos como engenheiro civil, técnico eletricista, engenheiro eletricista, entre outros.

Porém, eles devem estar devidamente registrados em seu conselho de classe, que é o CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia).

Vantagens Em Contratar Um Profissional Habilitado Para a Realização do Projeto Elétrico

Sendo assim, confira abaixo algumas vantagens de contratar um profissional para o projeto elétrico da sua obra:

  • Garantia de segurança;
  • Economia eterna de Energia (o valor do Projeto Elétrico realizado por um bom Engenheiro se paga Sozinho, e ainda lhe retorna várias vezes, se tornando um investimento excelente)
  • Projeto feito dentro das normas técnicas;
  • Dimensionamento realizado de acordo com as necessidades do cliente;
  • Agilidade na execução e sem reparos futuros;
  • Facilidade em manutenção casual;
  • Orçamento rápido e preciso,
  • E muito mais…

Então, esse post foi útil? Não deixe de comentar e de compartilhar o conteúdo com os seus contatos.

Além disso, se quiser sanar eventuais dúvidas que tenha surgido, é só entrar em contato com o Engenheiro Civil de Londrina Gustavo Zampa, que ele terá o maior prazer em te ajudar.

Engenheiro Civil de Londrina. Especialista em Estruturas e Patologias de Construção Civil, executa projetos estruturais e de fundação, bem como Laudos, Perícias e Pareceres, além de Execução de Obras. 

Jesus é meu Senhor e reina em minha vida!

Participe! Deixe um comentário.

Assine nossa newsletter

Se cadastre e receba conteúdos relevantes por email.